01/09/2021 às 19h57min - Atualizada em 01/09/2021 às 19h57min

Namorado de babá é suspeito de estuprar criança de 4 anos: 'o menino botou o dedo com força'

Mãe da menina veio de Caruaru, interior de Pernambuco, para trabalhar na capital e a deixava com a cuidadora

- Clariza Santos
gazetaweb
Delegada Adriana Gusmão já iniciou as investigações

Uma menina de 4 anos foi vítima de abuso sexual em Maceió. De acordo com o relato da mãe da criança, que esteve, na tarde desta quarta-feira (1º), na Delegada de Polícia de Proteção a Criança e Adolescente de Maceió, no bairro da Jatiúca, para prestar depoimento, a garota teria sido abusada pelo namorado da babá. O crime teria ocorrido no dia 28 de agosto, no bairro da Ponta Grossa, parte baixa da capital alagoana.

 

A mãe da criança veio de Caruaru, interior de Pernambuco, para trabalhar na capital e deixava a menina com a babá. No último dia 28, o suspeito teria entrado na casa da vítima e praticado o ato, enquanto a babá teria ido ao mercadinho comprar um chocolate.

"Ele confirmou que entrou na minha casa e que ela ficou com medo. Eu estava trabalhando e ela ficou com a babá. Eu peguei a menina dormindo e deitei pra dormir também; quando acordamos, ela disse que 'tava doendo o 'pipi' e que o menino botou o dedo com força'. A babá disse que não sabia de nada. Só que a babá disse que viu que ele entrou. Minha filha comentou que ele beijou, mexeu com o dedo, beijou o bumbum. Esse namorado mora ao lado da casa da babá. Ela [a criança] estava com muito medo dele", disse a mãe da criança.

A mãe, que não teve o nome identificado, relata que está sofrendo ameaças por parte de familiares do homem que teria praticado o abuso. "Eu pedi ajuda pra tirar minhas coisas de dentro de casa. Eu quero justiça. Isso não se faz, mesmo que ele não tenha rompido com a virgindade da menina, mas ela está toda machucada, a cabeça dela está toda violenta".

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL) e a Polícia Civil (PC) estão acompanhando o caso. A delegada responsável pela delegacia, Adriana Gusmão, escutou a mãe da vítima.

 

"Ouvi a criança e a mãe da menina. O autor seria o namorado da cuidadora. Já estamos localizando o autor para que ele responda aos questionamentos. A criança é pequena, falou umas coisas de forma natural", informou a delegada.

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp