04/11/2021 às 09h03min - Atualizada em 04/11/2021 às 14h15min

PF cumpre mandados contra membros do Judiciário alagoano

Os alvos da operação são juízes acusados de receber para emitir decisões.

Alagoas 24 horas
sede do Tribunal de Justiça de Alagoas, Maceió.

A Polícia Federal cumpre, nesta quinta (4), mandados de busca e apreensão em Alagoas e Curitiba (PR), contra membros do Poder Judiciário de Alagoas. Os alvos da operação são juízes acusados de receber para emitir decisões.

Em nota emitida à imprensa na manhã de hoje, a Superintendência da Polícia Federal em Alagoas confirmou que foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. Os mandados foram cumpridos em cidades de Alagoas e em Curitiba, no Paraná.
 

A investigação aponta que agentes públicos e advogados intermediaram o retardamento de julgamento e proferimento de decisões favoráveis no interesse de uma empresa do ramo da educação, com a contrapartida de pagamentos de gastos do magistrado.

Se comprovada a participação, os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de advocacia administrativa, situação em que agentes públicos promovem interesses ilegítimos, solicitando retardamento, ação ou omissão de atos de ofício, em contrariedade aos preceitos e princípios legais.

Nota:
Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) recebeu, nesta quinta-feira (4), comissão de delegados da Polícia Federal (PF) que cumpriam mandados de busca e apreensão relacionados a inquérito que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Como parte do sistema de Justiça, a Corte estadual colaborou com a missão dos agentes públicos e viabilizou o acesso aos locais, aos setores e aos documentos necessários à apuração de todas as informações solicitadas.

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp