04/11/2021 às 15h04min - Atualizada em 04/11/2021 às 15h04min

Filho de PM assassinado na Ilha de Santa Rita teria sido vítima de acerto de contas

Crime seria ato de vingança por homicídio ocorrido há 10 anos

alagoas 24 horas
O crime que resultou na morte do filho de um subtenente da polícia militar no final da tarde desta segunda (1º) às margens da Lagoa Manguaba, na localidade conhecida como Ilha de Santa Rita, em Marechal Deodoro, teria sido motivado por vingança. Acontece que Igor de Tácio da Silva Lins, de 30 anos, respondia por um homicídio ocorrido há 10 anos, na mesma localidade.

Informações dão conta que 
a vítima – que usava tornozeleira eletrônica e seria usuário de drogas – teria sido surpreendida dentro do carro de placa MUM 1058, durante a realização de uma festa, por um familiar do alvo do primeiro crime, ocorrido em 14 de março de 2011, identificado como José Antonio dos Santos Silva.

Segundo informações disponíveis no sistema do Tribunal de Justiça de Alagoas, na noite daquela data, Igor de Tácio teria entrado na residência da vítima e efetuado vários disparos de arma de fogo contra ela, que acabou morrendo no local.

 

Testemunhas contaram, à época, que dias antes, teriam visto os dois indivíduos discutindo em uma lanchonete quando, inclusive, Igor desferiu um golpe de faca contra José Antonio.

Fontes não oficiais dão conta que o autor do crime ocorrido neste mês de novembro é morador da localidade e estaria foragido. Ele também possuiria passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Marechal Deodoro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp