15/11/2021 às 11h13min - Atualizada em 15/11/2021 às 11h13min

PM prende suspeitos de homicídio contra jovem de 18 anos em Palmeira dos Índios

Segundo uma testemunha, os dois homens chamaram a vitima, pediram água e em seguida, o condutor da moto efetuou três disparos contra o rapaz

Material apreendido na casa de dos suspeitos - Foto: Cortesia/11°BPM
Guarnições do CISP de Igaci foram acionadas via Copom para uma
possível ocorrência de homicídio. Chegando ao local foi constatado o
fato, onde foi narrado por uma testemunha que a vítima, de 18 anos,
estava em casa quando chegaram dois indivíduos em uma motocicleta
em sua residência. Os dois homens chamaram a vitima e pediram água.
Em seguida, o condutor da moto efetuou três disparos contra o rapaz.


A testemunha afirma que o autor era um rapaz cujo nome já é conhecido
pela polícia e que ele teria cometido o crime a mando de um outro
indivíduo também conhecido por envolvimento com drogas, e ainda, que
vítima já teria sido ameaçada pelo mandante do crime por estar devendo
dinheiro referente às drogas. A polícia fez rondas pela região e os dois
indivíduos apontados pela testemunha, de 16 e 23 anos de idade, foram
encontrados, abordados e conduzidos ao CISP.


As guarnições tiveram conhecimento por meio de denúncia anônima, que
a arma utilizada no crime estaria na casa do mandante e se deslocaram até
a residência do mesmo. Após autorização por escrito de sua genitora, foram
feitas buscas no local e foram encontradas na residência varias bombinhas
de maconha, cocaína, celulares sem nota fiscal, balança de precisão,
caderneta com anotações de venda de drogas, dichavador e dinheiro.


Ao ser questionada sobre as drogas e demais objetos, a proprietária da casa
afirmou que todo aquele material pertencia ao seu filho. Sendo assim, todas
as partes foram encaminhadas à delegacia de Polícia Civil em Arapiraca para
os procedimentos cabíveis, juntamente com uma plantonista do conselho tutelar
e a mãe do menor de idade, o qual confessou ser o autor material do homicídio.


Toda a ação das guarnições envolvidas na ocorrência foi comandada diretamente
pelo Comandante do 10° BPM, Major Jeorge. A resolução do crime se deu num
período de 4 horas, sendo a arma do crime apreendida e o mandante e o executor
do homicídio, localizados e presos em flagrante.





Fonte: TNH1

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp