17/11/2021 às 10h26min - Atualizada em 17/11/2021 às 10h52min

Mulher toma banho de cuia na rua por falta d'água no Eustáquio Gomes, em Maceió

Desabastecimento afeta conjunto há cerca de um mês; grandes caixas d'água foram colocadas nas ruas para os moradores abastecerem suas casas com baldes. Não há prazo para solução definitiva.

FOTO: REPRODUÇÃO
Uma moradora do Conjunto Eustáquio Gomes, em Maceió, tomou banho de cuia na rua para protestar contra a falta de água que afeta a localidade há cerca de um mês. O abastecimento foi prejudicado desde que uma adutora operada pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) se rompeu no dia 15 de outubro. 

No vídeo, a moradora, que não foi identificada, aparece tomando banho com um balde em uma das caixas d'água que foram instaladas nas ruas como medida paliativa até que o problema seja solucionado.

 
(Assista - https://www.instagram.com/tv/CWYTrn4A7zm/?utm_medium=copy_link)

“Não tem água para tomar banho, essas caixas não adiantam, o caminhão-pipa precisa encher as caixas d’água das nossas casas”, diz a mulher enquanto joga água no corpo com uma cuia.

As caixas d'água foram instaladas pela BRK Ambiental, empresa privada que venceu o leilão da Casal e hoje é responsável pelo abastecimento da Região Metropolitana de Maceió. Elas são abastecidas com caminhões-pipa e os moradores do conjunto precisam levar baldes e bacias para encher na rua e levar água para as suas casas. A medida paliativa é questionada pelos moradores, porque há muitos idosos no conjunto que não conseguem ficar carregando baldes de água e acabam tendo que pagar para que outras pessoas façam isso por eles. A cobrança é que, até que o abastecimento seja normalizado, os caminhões-pipa abasteçam diretamente as caixas d'água das residências.


Fonte: G1


https://www.instagram.com/tv/CWYTrn4A7zm/?utm_medium=copy_link

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp