24/05/2021 às 15h42min - Atualizada em 24/05/2021 às 16h09min

Morre no hospital adolescente que foi estuprada em São Miguel dos Milagres, AL

Mãe denunciou que Andressa Júlia foi estuprada em janeiro, aos 16 anos, por dois homens. Ela entrou em depressão, tomou uma grande quantidade de remédios e estava internada desde então.

G1 AL
Andressa Júlia, natural de Porto de Pedras, AL, morreu aos 17 anos; família denuncia que ela foi vítima de estupro — Foto: Arquivo Pessoal

A adolescente Andressa Júlia, de 17 anos, morreu no último sábado (22) em um hospital particular de Maceió. Há quase um mês, ela ingeriu uma dose elevada de medicamentos e a família descobriu que ela entrou em depressão após ter sido estuprada por dois homens em janeiro, quando ainda tinha 16 anos, na praia de São Miguel dos Milagres, destino paradisíaco de Alagoas.

Andressa morava em Porto de Pedras, município que também fica no Litoral Norte alagoano.

Segundo a denúncia da mãe da vítima, a filha foi para uma festa na companhia de uma amiga que é guarda municipal de Porto de Pedras, e foi drogada e levada para a praia, onde foi estuprada por dois primos da guarda, que moram em Recife e passavam férias em Alagoas. A mãe de Andressa também denunciou que o crime foi filmado pela mulher.

A prefeitura de Porto de Pedras informou que a guarda civil municipal suspeita do crime foi afastada de suas atividades desde que as denúncias foram feitas, devendo permanecer assim até que todo o caso seja solucionado.

A Polícia Civil, por meio do 95º Distrito Policial (95ºDP) de Porto de Pedras, informou que intimou e interrogou os dois suspeitos do crime, dando sequencia às investigações iniciadas após a instauração do inquérito, pelo delegado Valdir Silva de Carvalho.
 

De acordo com a polícia, a mãe e três amigas da adolescente, além da guarda municipal, prestaram depoimento.

Andressa Júlia morreu aos 17 anos. Família denúncia que ela foi vítima de estupro em São Miguel dos Miliagres, AL — Foto: Arquivo Pessoal

Andressa Júlia morreu aos 17 anos. Família denúncia que ela foi vítima de estupro em São Miguel dos Miliagres, AL — Foto: Arquivo Pessoal

Andressa Júlia morreu aos 17 anos. Família denúncia que ela foi vítima de estupro em São Miguel dos Miliagres, AL — Foto: Arquivo Pessoal

O chefe de operações, Daniel Pinto, lamentou a morte da adolescente, e disse que o inquérito foi encaminhado à Justiça, com solicitação de providências para dar andamento à investigação.

Parentes de Andressa contaram que ela não falou sobre o crime na época, mas mudou de comportamento, não quis mais comer, nem sair e só queria dormir, o que fez a família procurar ajuda médica e psicológica para ela.

Os familiares e amigos criaram um perfil no Instagram sobre o caso e pedem Justiça.

Quando ingeriu os medicamentos, no dia 23 de abril, Andressa foi levada às pressas para o Hospital Regional do Norte, depois foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, e em seguida para a Santa Casa, também na capital.

 

Perfil cobra Justiça por Andressa

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp