25/03/2022 às 07h01min - Atualizada em 25/03/2022 às 07h01min

Chacina de Guaxuma: Tribunal do Júri absolve réu acusado de matar casal e dois filhos

Ministério Público de Alagoas (MP/AL) recorrerá da decisão, em razão da prova ser manifestamente contrária aos autos

Julgamento de chacina ocorrida em Guaxuma em 2015 - Foto:Assessoria MPE/AL

Após pouco mais de 15 horas de júri popular, o Conselho de Sentença negou a autoria do crime a Daniel Galdino dias e ele ganhou liberdade. Ele é o suspeito do crime que vitimou duas crianças e dois adultos, pais dos meninos, no que ficou conhecido como a Chacina de Guaxuma. O crime só foi desvendado porque uma criança, filha e irmã das vítimas sobreviveu, conseguiu relatar todo o ocorrido e ainda reconheceu Daniel. O Júri Popular ocorreu nessa quinta-feira (24), no bairro do Barro Duro, parte alta de Maceió. O Ministério Público de Alagoas (MP/AL) recorrerá da decisão, em razão da prova ser manifestamente contrária aos autos

O júri ocorreu durante todo o dia e foram ouvidos a psicóloga que atendeu a criança, à época com seis anos de idade, e auxiliou na captura do depoimento do menino; a própria criança - cujo depoimento foi feito por videoconferência e o público não pode assistir; uma testemunha que teria recebido um telefonema do acusado, afirmando ter encontrado os corpos em uma vala; outra testemunha e o réu, que negou a participação nos assassinatos, atribuindo o crime a outra pessoa.




Fonte: Gazeta Web


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OLÁ - NA MIRA ZAP
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp